Os rapazes não choram? – 22 anos depois da morte de Brandon Teena

bteenarev

Por Gabriel Leitão,

Brandon Teena, nascido a 12 de Dezembro de 1972, foi assassinado em Falls City, Nebraska no Estados Unidos a 31 de Dezembro de 1993. A história do seu homicídio foi retratada no filme “Boys don’t cry”. Apesar de lhe ter sido atribuído o sexo feminino, Brandon identificava-se como homem. Brandon teve uma infância muito difícil, já que a sua mãe não aceitava a sua identidade de género, como afirma em vários documentários, e também por ter sofrido de abusos sexuais do tio, algo que apenas se descobriu mais tarde. Quando fez 18 anos inscreveu-se no exército, mas não foi aceite  porque os seus impressos estavam no sexo masculino e os seus documentos de identificação não estavam, apesar de nessa altura ele já ter uma aparência masculina.

Foi em 1993 que se mudou para City Falls, por problemas legais, identificando-se como um homem e vivendo como um. Nessa cidade ele conseguiu fazer várias amizades e mudou-se para a casa de Lisa Lambert, e foi nessa altura que começou um relacionamento com Lana Tisdel que tinha 19 anos. Conheceu John e Tom, que acabariam por ser os seus assassinos. John era alcoólico e já tinha estado preso, além de ser o ex-namorado de Lana. A 19 de Dezembro de 1993, Brandon foi preso por 18 queixas de roubo e por forjar cheques e outros documentos, mas quando a Lana pagou a sua fiança ela descobriu o seu nome feminino, algo que já toda a cidade sabia. Lana confrontou-o e Brandon contou-lhe toda a verdade e que queria fazer a cirurgia de reatribuição sexual. Lana manteve sempre a sua relação amorosa com Brandon.

Na noite de natal, Tom Nissen e John Lotter removeram as calças de Brandon, pois já tinham descoberto que Brandon era trans. No entanto, Lana negou qualquer conhecimento do mesmo, para não ter repercussões. Depois disso, Tom e John agrediram fisicamente e verbalmente Brandon e obrigaram-no a entrar no seu carro e foram para Richardson County, onde voltaram a agredi-lo e abusaram sexualmente de Brandon. Após estas agressões, os três, foram para a casa de Tom, de onde Brandon conseguiu fugir. Ele foi imediatamente para a casa de Lana, que o convenceu a apresentar queixa na policia, apesar de John e Tom o ameaçarem que se ele fosse à policia, que o iriam silenciar para sempre.

Depois de finalizar a queixa na polícia, ele foi levado para o hospital para que fossem recolhidas provas do abuso sexual (estas provas foram perdidas). Apesar do xerife Charles B. Laux parecer interessado em ajudar Brandon, pois foi ele que recolheu o seu depoimento sobre as agressões, ele começou a fazer perguntas desnecessárias sobre o seu aspeto e sobre o género com o qual ele se identificava e, por isso, Brandon recusou-se a responder a muitas perguntas.

Quando John e Tom tiveram conhecimento da queixa começaram a procurar Brandon, até porque 3 dias depois do ataque, eles foram interrogados pela polícia, mas continuaram livres, mesmo com a queixa que Brandon tinha apresentado, pois não havia provas para os prender. Os dois invadiram a casa de Lisa Lambert, que estava na cama e exigiram que lhes dissesse onde Brandon estava, mas Lisa não respondeu. No entanto, Tom soube que Brandon estava debaixo de uma cama. Perguntaram a Lisa se estava mais alguém em casa além dela e de Brandon e ela respondeu que Philip Devine também estava presente.

Foi então que Tom e John assassinaram a tiros Philip, Lisa e Brandon, com os filhos de Lisa a assistirem.

Tom acabou por acusar Lotter em troca de uma sentença reduzida, e em tribunal disse que depois dos disparos notou que Brandon ainda continuava vivo e que a sua participação foi apenas de ter esfaqueado Brandon até garantir que estivesse morto. Tom teve a sua sentença de prisão perpétua e John foi condenado à morte.

JeAnn, mãe de Brandon, processou o Xerife do caso por não ter evitado a sua morte. Devido a não ter feito nada, ele também foi culpado e também contribuiu para a morte de Brandon. JeAnn recebeu cerca de US$8000,00.

Anúncios

About the post

ATUALIDADES

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: